Saber como diminuir o próprio sotaque e a interferência do português ao falar inglês nos ajuda a melhorar a pronúncia em inglês para lidar com estrangeiros e também facilitar a compreensão de programas de rádio e TV internacionais.

A boa notícia é que é possível fazer isso por meio de algumas dicas simples. Confira a seguir:

1. Tenha o hábito de fazer gravações de si próprio

Vale gravar as suas participações em sala de aula ou simplesmente a leitura de textos em voz alta, preferencialmente scripts de áudios para que você possa comparar depois. Você pode, inclusive, ler uma lista de palavras com as quais apresenta problemas de pronúncia. Faça isso, pelo menos, duas vezes por semana. Se você gosta de cantar, também vale a pena imitar a forma como seus cantores favoritos cantam e depois gravar. Quanto mais se escutar, mais perceberá os pontos em que pode melhorar a sua pronúncia em inglês.

2. Acompanhe regularmente canais no YouTube que oferecem aulas de pronúncia

Um bom canal de inglês americano é o Rachel’s English. Ela é americana, especialista em fonética. Atualmente, seu canal conta com 36 aulas, cada uma com duração entre 5 a 7 minutos.

3. Entenda (um pouco) de fonética

É muito útil estudar a tabela da fonética do inglês, como a que está disponível no site do British Council/BBC, para você relacionar letras e sons. Essa ferramenta é muito importante para quem quer olhar com atenção para a habilidade da pronúncia, pois você começa a perceber alguns padrões sonoros e também as diferenças entre o inglês e português para letras do alfabeto e suas combinações. Os dicionários sempre trazem a transcrição fonética e alguns trazem a reprodução sonora, como o thefreedictionary.com, que contempla a palavra no inglês britânico e americano.

4. Perceba padrões nos seus próprios erros

Experimente categorizar os sons mais complicados do inglês para nós, brasileiros. O primeiro deles são os verbos regulares no passado, ou seja, o som do –ED. Há diferenças, e elas têm a ver com a terminação dos verbos:

Grupo com ED = /T/ – verbos terminados em CE, SS, SE, K, KE e P:

Decreased Increased Missed

Dismissed Balanced Finished

Developed Asked Pressed

Reduced Produced Replaced

Marked Worked Liked

Grupo com ED = /ID/ – verbos terminados em T, D, DE, TE:

Started Expected Divided

Inspected Expanded Wasted

Generated

Grupo com ED = /D/ – restante:

Called Programmed Returned

Determined Named Mentioned

Traveled Failed Delivered

Obtained Injured Specialized

Refused Prepared Failed

O segundo vai para o que chamamos de voiceless (sem som) letters (P, K, B, T e S). Apesar de estarem na palavra, essas letras não são pronunciadas:

Climb Whistle

Climbing Castle

Comb Island

Doubt Aisle

Debt Numb

Empty Knife / Knives

Know

Se colocar essas dicas simples em prática, você certamente melhorará muito sua pronúncia em inglês. E nunca é tarde para começar a investir na qualidade do seu discurso no idioma em todos os sentidos, não só gramática e vocabulário.

Fonte: Exame

© 2019 Carnegie Brasil | Todos Direitos Reservados.